Carta do editor

Carta do editor - HB V35 N2 

Dear all,

 

Here you are, Horticultura Brasileira volume 35 (2). Our cover illustrates the article of Camargo Filho & Camargo, who, very objectively, tell us how the production and commercialization of garlic, onion, potato, tomato and watermelon have developed in Brazil and in the world in the last decades. It is quite informative and interesting. Do not miss it!

As you can see in this issue, the number of articles published in Portuguese is progressively reducing, preparing Horticultura Brasileira to appear 100% in English from 2018 (volume 36) ahead. As informed earlier, you can go on submitting your paper in Portuguese or Spanish. No problem at all with it! In these cases, once approved for publication, the article final version is translated into English. And do not hesitate to get in touch if you have any doubts about it.

 

See you in the next issue,

 

Paulo Melo, editor in chief



Carta do editor - HB V35 N1

Dear all,

 

It is our pleasure to launch Horticultura Brasileira volume 35. For the second volume in a row, along the year our covers will refer to an invited article published in each respective issue. We start with a thorough review from Dr. Gilmar Henz on post-harvest losses of vegetables, a comprehensive and not to be missed analysis on how the subject has been addressed for the last 50 years.

You might be missing our letter in Portuguese, but henceforth our letters will appear only in English, pairing with Horticultura Brasileira conversion to English. Another change: we are now printing the Instructions to Authors in the first and no longer in the last issue of each year. Therefore, the guidelines appear in this issue, in the very last pages, and are always available online (www.horticulturabrasileira.com.br), as usual.

What has not changed is our good habit and duty to acknowledge the priceless contribution of the editors who are, upon their request, leaving us: Dr. Mônica Sartori de Camargo and Dr. Júlio Marcos Filho. Thank both of you a lot, and we do mean a lot!

Finally, we rely on you to cross 2017 collecting successes and achievements. Do count on us too.

 

See you in the next issue,

 

Paulo Melo, editor in chief





Carta do editor - HB V34 N4


Prezados,


Último número (4) pronto, volume 34 concluído! Encerramos 2016, ano em que voltamos a ilustrar as capas de Horticultura Brasileira com imagens relacionadas a um artigo completo especialmente convidado, discutindo a atualidade dos dados e informações coletados pelo naturalista Auguste de Saint-Hilaire, quando celebramos também os 200 anos da sua chegada ao Brasil. A professora Maria das Graças Lins Brandão e colaboradores, que têm uma longa, frutífera e meritória história desvendando o tesouro descoberto por Saint-Hilaire, foram convidados para escrever a respeito.
Pois bem, encerramos o ano informando que a Associação Brasileira de Horticultura, responsável pela publicação da nossa revista, decidiu pela sua conversão completa para o inglês. A partir desta decisão, passamos a aceitar submissões apenas quando os autores concordam com a publicação de seus trabalhos em inglês. Com esta mudança, extinguiu-se também a seção Página do Horticultor.
Alteramos também a publicação das Normas de Publicação. A partir de agora, as Normas não aparecerão mais no último, mas sim no primeiro número de cada volume, e somente em inglês, assim como a Carta do Editor e as informações protocolares da revista. Na página da revista na web, as Normas continuam disponíveis ininterruptamente.
Por fim, agradecemos a todos, leitores, autores, revisores e editores, que tanto contribuíram com Horticultura Brasileira em 2016. Em 2017, seguimos contando com vocês e colocando a revista à disposição.


Até o próximo número, até o próximo volume.

Ótimo ano novo!

Paulo Melo, editor-chefe

Carta do editor - HB V34 N3


Prezados,

Aí está, Horticultura Brasileira, volume 34, número 3. No nosso artigo de capa, os Drs. Douglas Bizari e Jean Carlos Cardoso (Departamento de Desenvolvimento Rural, Centro de Ciências Agrárias, UFSCar) tratam da utilização da água de reuso na horticultura, mormente da enorme oportunidade que o cultivo de flores e plantas ornamentais nos círculos urbanos e arredores representam para este fim. Na capa, um exemplo real desta possibilidade: a produção de gladíolos!

Neste número nos despedimos da nossa editora associada Ronessa Bartolomeu de Souza, que conosco tanto colaborou, por tanto tempo. À Ronessa, além do nosso sincero muito obrigado, os nossos desejos de muito sucesso em sua nova missão.

Mas, se por um lado nos despedimos, por outro damos as boas-vindas. E são vários os que chegam. Saudamos os nossos novos editores científicos Catariny Cabral Aleman (UFV), Patrícia Angélica Alves Marques (ESALQ), Anderson Fernando Wamser (Epagri), Jackson Kawakami (Unicentro), Leandro Simões Azeredo Gonçalves (UEL) e Rhuanito Soranz Ferrarezi (University of the Virgin Islands). Saudamos também o Dr. Geraldo Milanez de Resende (Embrapa Semiárido), que passa a integrar a Comissão Editorial como Editor Associado. Agradecemos a vocês, novos editores, por colocarem seu tempo e expertise a serviço da Horticultura Brasileira. Estamos orgulhosos em tê-los conosco!

Por fim, nossa insistência com os autores para que publiquem em inglês parece ter encontrado ressonância. Neste número, temos 13 artigos em inglês, três deles de autores estrangeiros. Nossos cumprimentos a esses autores; nosso estímulo àqueles que não escolheram este caminho, ainda!

Até o próximo número,



Paulo Melo, editor chefe




Carta do editor - HB V34 N2

Prezados,

Apresentamos Horticultura Brasileira, volume 34, número 2. Como informamos em nosso número anterior, em 2016 Horticultura Brasileira retorna às origens, trazendo de volta as capas dedicadas a um artigo completo, especialmente encomendado. Desta vez, colegas brilhantes contam o enredo de sua notável história de melhoramento de Capsicum. Ilustrando a capa, a pimenta! Uma hortaliça genuinamente brasileira, presente em todos os lugares, a qualquer hora, cotidianamente: em casa e nos restaurantes, nos bares e cantinas, nos quiosques e bistrôs; do café da manhã ao caldo da madrugada. E, em nossa capa, a pimenta não aparece sozinha, mas dá sabor – como de costume – ao sorriso franco, honrado, daqueles que fazem valer muito a pena os seguidos anos de trabalho probo, virtuoso e entusiasmado de pesquisadores, professores e todos os extensionistas, de fato e/ou de direito!
Cabe-nos ainda neste número nos despedir de duas ilustres colaboradoras: as Dras. Milza Lana, Editora Associada, e Rosana Rodrigues, Editora Científica, que deixam a Comissão Editorial, a seu pedido. Às duas, só temos muito, mas muito mesmo, que agradecer. Serão vacâncias difíceis de preencher!
Continuamos insistindo com nossos autores: escrevam e publiquem em inglês! Seus resultados e, por consequência, o impacto de seu trabalho beneficiarão um número muito maior de pessoas! E, mudar para melhor a vida das pessoas não é o propósito mais digno, a ética mater, do nosso oficío?
Até o próximo número,

Paulo Melo, editor chefe




Carta do editor - HB V34 N1

 

Prezados,

Este número abre o ano de 2016 na Horticultura Brasileira e inaugura seu volume 34. Este ano, Horticultura Brasileira chega com algumas modificações, todas adotadas com o intuito de torná-la um periódico cada vez mais forte:
Voltando às suas origens, a partir de agora as capas de Horticultura Brasileira estarão sempre ligadas a um Artigo Convidado. E esta retomada não poderia ser mais alvissareira: iniciamos com um esplêndido trabalho de revisão da Dra. Alice Inoue-Nagata e colaboradores, discutindo a importância e o manejo das geminiviroses transmitidas por moscas brancas. A imagem da capa, cujos créditos aparecem na capa interna, onde também estão os resumées dos autores, mostra uma lavoura de tomate com 100% de incidência de viroses;
Há alterações também nas Normas para Publicação, disponíveis em www.horticulturabrasileira.com.br. Doravante passa a ser compulsório indicar a contribuição de cada coautor ao trabalho que está sendo submetido;
Seguiremos insistindo com os autores para que submetam e publiquem seus trabalhos em inglês. Além disso, intensificamos esforços para apresentar Horticultura Brasileira como uma opção atrativa para autores estrangeiros. Assim, esperamos bem cuidar da horta da internacionalização, uma tendência irreversível promovida assertivamente pelas agências de fomento e apoio. Não há outro caminho se quisermos continuar a ter uma revista importante voltada à horticultura, editada no Brasil.
Desejamos a todos muito sucesso e muitas realizações neste ano que se inicia.

Até o próximo número

Paulo Melo, editor chefe


Carta do editor - HB V33 N4

 

Prezados,

Com o nosso número 4, chegamos ao final do volume 33! Fechamos 2015, ano em que dedicamos nossas capas a produtos da horticultura de alto valor agregado, com o professor Ricardo Tadeu de Farias, da Universidade Estadual de Londrina, em conjunto com Ronan Carlos Colombo, nos apresentando o potencial das orquídeas do gênero Oncidium no artigo da contracapa.
Como indicado em nossa primeira carta este ano, ao longo de 2015 aumentamos o rigor na pré-análise dos trabalhos. Com isso, somente trabalhos com comprovada relevância científica e tecnológica, e evidente contribuição para o avanço da horticultura, estão sendo aceitos para tramitação na revista. Assim, mantemos firme o nosso objetivo de bem servir ao nosso público, talvez da melhor maneira que saibamos: oferecendo um veículo de publicação cada vez mais bem conceituado.
Para auxiliar os autores nesta nova etapa, disponibilizamos online, em www.horticulturabrasileira.com.br, nosso Manual de Estilo & Formato, que estará em constante atualização. Ali os autores encontrarão orientações de como destacar no texto seu trabalho, desde o título até a discussão, seus melhores resultados e suas conclusões de maior impacto. Consulte-o!
Por fim, agradecemos muito a vocês, que tanto contribuíram com a Horticultura Brasileira em 2015. Nos encontraremos novamente em 2016.


Até o próximo número, até o próximo volume. 



 

 

 

Additional information